Ao longo da história da nossa empresa, nós nos envolvemos em uma série de projetos especiais e o desligamento na plataforma continental norueguesa é um grande exemplo. As enormes concentrações de H2S fizeram dos nossos serviços uma precaução necessária.

Nosso cliente na Noruega tinha programado um desligamento para reparar e atualizar 6 válvulas nas células de armazenamento de portadores de petróleo, posicionados na parte inferior da plataforma, a 200 metros abaixo do nível da água e classificada como Zona 1: um lugar no qual é suscetível de ocorrer uma atmosfera explosiva, constituída de ar misturado com substâncias perigosas, na forma de gás.

Era conhecido que concentrações elevadas de H2S seriam encontradas na água de lastro e a nossa experiência foi uma precaução necessária para evitar incidentes associados à liberação de gases tóxicos; especialmente as concentrações letais de H2S eram uma preocupação.

Uma parte deste projeto foi esvaziar o conteúdo das células de armazenamento e enviar um petroleiro para carregar o volume. Durante este transporte, medimos concentrações de H2S acima de 5.000 ppm. Colocando isto em perspectiva, o H2S se torna mortal já a 1.000 ppm.

Para certificar que qualquer vazamento de gás fosse detectado e todo o pessoal envolvido protegido, neste projeto tivemos 6 supervisores a bordo da instalação trabalhando dia e noite, juntamente com nossos equipamentos de detecção e proteção. Neste projeto o nosso serviço foi uma medida de salvamento.